A melhor música nas melhores salas.

Bio.
Miguel Poveda

 

Miguel Poveda é um tesouro do flamenco contemporâneo, um artista que já mereceu algumas das mais conceituadas distinções atribuídas ao cante, como o cobiçado Prémio Lampara Minera, que conquistou logo aos 20 anos, em 1993. Poveda foi ainda por diversas ocasiões incluído entre os nomeados para os Grammys Latinos, reconhecimento do extraordinário alcance da sua arte.

 

Do seu vasto currículo contam aplaudidas prestações nos mais prestigiados palcos internacionais, como o Lincoln Center em Nova Iorque, colaborações com os mais importantes nomes do flamenco como Enrique Morente ou participações em filmes de realizadores celebrados como Bigas Luna, Carlos Saura ou Pedro Almodovar.

Miguel Poveda regressa agora a Portugal o espectáculo Íntimo, uma intensa viagem de duas etapas bem distintas. Na primeira parte, acompanhado pela guitarra de Juan Gomez “Chicuelo”, apresenta-nos uma viagem pelo universo clássico do flamenco nas suas mais variadas vertentes – bulerias, soleas, cantes mineros, tangos de triana e outros modos reflectindo o conteúdo do seu álbum, Artesano, Disco de Ouro em Espanha.

Na segunda parte, o acompanhamento passa para o piano do Maestro Joan Albert Amargós abrindo-se espaço para uma abordagem mais moderna e improvisada ao flamenco, facto que transforma cada uma das apresentações de Miguel Poveda num momento absolutamente único. Poveda editou em 2015 o álbum Sonetos y poemas para la libertad que mereceu nomeação para os Grammys Latinos e o ano passado foi agraciado pela autarquia de Barcelona com o título de Filho Pródigo da Cidade, uma distinção que diz muito da sua importância cultural. Regressa agora a Lisboa, para mais uma noite de magia e encantamento.