A melhor música nas melhores salas.

 

Misty Fest 2018

A chegar à sua 9a edição, o Misty Fest é, cada vez mais, um festival que não esconde o seu perfil singular e a sua vocação aventureira. Em 2018, o Misty – que se estenderá de Lisboa a Porto, Coimbra, Loulé, Braga e Ponta Delgada, cumprindo dessa forma um desígnio descentralizador que faz parte da sua identidade desde o início – mantém a postura de levar a melhor música às melhores salas do país.

Scott Matthew, Avishai Cohen, Anna Von Hausswollf, Andrea Motis, PianOrquestra ou Danças Ocultas são os nomes já revelados de um ambicioso cartaz que procura, tanto no presente como na história, algumas das mais desafiantes propostas musicais que não encontram espaço noutros cartazes.

A Austrália, Israel, Suécia, Espanha, Brasil e Portugal estão assim representados num cartaz que também sabe olhar para outras geografias musicais encontrando aí argumentos e histórias artísticas bem diversas das que os circuitos mais batidos da música nos vão proporcionando.

O Misty soube sempre concentrar-se na excelência da palavra, daí a presença nesta edição de um artista como Scott Matthew, autor de fundas e ultra pessoais canções que têm conquistado significantes aplausos internacionais. Mas também tem sabido procurar a excelência instrumental junto de artistas que muitas vezes exploram de forma nada convencional instrumentos com óbvia carga histórica. Caso do piano que é reinventado, por exemplo, pela PianOrquestra que traz do Brasil uma nova maneira de o interpretar. A dez mãos.

Música desafiante, feita de grandes palavras e de sons originais, de artistas que chegam, muito literalmente, dos quatro cantos do mundo. E que gostam das tradições – do jazz e do rock, das músicas populares, da herança clássica, da folk – mas que também não temem a subversão das normas. Em edições passadas, o Misty esgotou salas com nomes incontornáveis como John Grant ou Peter Hook, Andrew Bird ou Rodrigo Leão, Cowboy Junkies ou Jorge Palma, Dead Combo ou Buika e Lura, nomes que sempre marcaram a programação cuidada de um festival que não quer ser como os outros, mas que quer, cada vez mais, ser igual a si mesmo.

Em salas onde a qualidade acústica é uma realidade, equipadas com sistemas de som e luz de alta performance operados pelos melhores técnicos nacionais, o Misty tem apresentado propostas que atentam ao conforto do nosso exigente público. Em 2018 esse compromisso sai reforçado com um cartaz de elevadíssima qualidade com artistas que vêm quase sempre estrear novos espetáculos. Música de grande qualidade, artistas de topo, concertos inéditos, salas confortáveis. É assim o Misty Fest.

Convidamo-lo a vir aplaudi-los. Mais uma vez.

Misty Fest. A melhor música nas melhores salas.

 

 

 

 

 

 

EDIÇÕES ANTERIORES

http://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2014/08/2010.png

Misty Fest 2010

http://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2014/08/2011.png

Misty Fest 2011

http://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2014/08/2012.png

Misty Fest 2012

http://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2014/08/2013.png

Misty Fest 2013

http://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2014/07/video2014.jpg

Misty Fest 2014

http://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2016/05/video2015.jpg

Misty Fest 2015

 

http://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2017/05/300x200_Misty_Fest_2016.jpg

Misty Fest 2016

http://www.misty-fest.com/wp-content/uploads/2018/07/2017.jpg

Misty Fest 2017