A melhor música nas melhores salas.

 

Misty Fest 2022

13ª edição de 31 de Outubro a 6 de Dezembro

A 13ª edição do Misty Fest tem lugar em 2022. O festival que desde sempre primou por apresentar a melhor música nas melhores salas cresce em ambição com um programa que se estende por mais do que um mês e que trará até Portugal alguns dos mais reputados nomes da cena musical contemporânea, de Roger Eno e Low a Tigran Hamasyan ou de Edu Lobo a Lisa Gerrard, a celebrada voz dos Dead Can Dance que trará ao nosso país um novo espetáculo em conjunto com Jules Maxwell. O Misty Fest intensifica assim o seu já bem firmado compromisso para com o seu público procurando, uma vez mais, apresentar uma programação de reconhecida qualidade artística, mantendo a sua exigência ao nível das apresentações, privilegiando, como sempre, a qualidade acústica, o conforto e a descentralização, com uma proposta de concertos em salas de excelência espalhadas pelo país e cimentando dessa forma um perfil que é absolutamente único no panorama nacional de festivais.

Em 2022, o Misty Fest estende o seu mapa de produções a cidades como Porto, Lisboa, Guarda, Espinho, Braga, Figueira da Foz e Portalegre com concertos que acontecerão, respetivamente, em salas como a Casa da Música, Museu do Oriente, Centro Cultural de Belém, Teatro Municipal da Guarda, Auditório de Espinho – Academia, Theatro Circo, CAE da Figueira da Foz ou CAE Portalegre, polos de reconhecida e intensiva atividade cultural que oferecem as mais elevadas condições para a apresentação e fruição de espetáculos de qualidade técnica superior.

O festival arrancará no último dia de Outubro com uma apresentação única dos norte-americanos Low – uma das bandas que mais intenso culto gera à sua volta no presente – na Casa da Música, no Porto. Ao longo do seu restante programa, o Misty Fest navegará entre diferentes nuances da modernidade ibérica com artistas como Rita Vian ou Joana Serrat, pelos cruzamentos da música eletrónica com a música clássica moderna com artistas como Christian Löffler Detect Ensemble e Joep Beving e ainda Roger Eno, a inclassificável música épica a que Lisa Gerrard desde sempre nos habitou, desta vez em nova parceria com Jules Maxwell numa estreia em Portugal, pela clássica mestria de Edu Lobo, um dos maiores nomes da música brasileira que se apresentará ao vivo com Mónica Salmaso, e ainda pelo desafiante e ultra moderno jazz de Tigran Hamasyan, pianista arménio que a partir dos Estados Unidos tem construído uma das mais aplaudidas carreiras internacionais do presente.

O Misty Fest volta assim a cruzar geografias – não apenas no mapa de salas portuguesas, mas também do bem mais amplo mapa musical internacional, estendendo-se do rock ao jazz, da música clássica à música eletrónica, da pureza acústica dos pianos à eletricidade das guitarras. Tudo faz sentido num festival que recusa fronteiras – Misty Fest.

Misty Fest. A melhor música nas melhores salas.

 

 

 

 

 

 

EDIÇÕES ANTERIORES

https://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2014/08/2010.png

Misty Fest 2010

https://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2014/08/2011.png

Misty Fest 2011

https://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2014/08/2012.png

Misty Fest 2012

https://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2014/08/2013.png

Misty Fest 2013

https://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2014/07/video2014.jpg

Misty Fest 2014

https://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2016/05/video2015.jpg

Misty Fest 2015

 

https://www.misty-fest.com//wp-content/uploads/2017/05/300x200_Misty_Fest_2016.jpg

Misty Fest 2016

https://www.misty-fest.com/wp-content/uploads/2018/07/2017.jpg

Misty Fest 2017

https://www.misty-fest.com/wp-content/uploads/2019/05/2018-foi-assim.png

Misty Fest 2018